• Listar posts
  • Feeds - RSS
Post

Fukushima: a usina nuclear após o terremoto do Japão

Postado por Daniel Pavani em 20/03/2011 06:30
Blog: Oceanogeek

Karmômetro (?)

bom e polêmico
adicionar comentário Comment

O que há de verdade e de especulação por trás do que se veicula nos últimos dias sobre a usina nuclear japonesa.

Por Daniel Pavani

Desde o terremoto do último dia 11 no Japão e os consequentes danos a usina nuclear de Fukushima Daiichi, muito tem se falado sobre o que acontece nos reatores, os perigos da radiação, como os problemas poderiam ser resolvidos ou até mesmo evitados. Fato é que realmente existem muitos fatores importantes, desde o resfriamento dos reatores até medidas de contingência da radiação e evacuação da população.

O terremoto que balançou o Japão na semana passada chegou a incríveis 9 graus na escala Richter (pt.wikipedia.org/wiki/Escala_de_Richter), causando tanto destruições pelo tremor quanto pelo tsunami subsequente. Fukushima, na região nordeste do país, também foi atingida e, a partir de então, o problema se tornou maior ainda pelas avarias na usina nuclear presente na região, que possui seis reatores.

Mas para quem pode estar se perguntando o por quê da instalação de usinas nucleares tão próximas à costa, em uma região que sabidamente é sujeita a terremotos, a resposta é bem simples: estratégia. Reatores nucleares produzem energia elétrica fervendo água para que ela mova uma turbina a vapor, a qual acionará um gerador e produzirá a energia. A energia para aquecimento da água é liberada pela fissão atômica de um elemento radioativo como combustível.

Entretanto, para o controle das reações, que geram muito calor, alguns procedimentos de resfriamento dos reatores devem ser tomados. Assim, o oceano próximo é um fornecedor de água tanto para a controle da temperatura quanto para funcionamento do próprio reator. Vale lembrar que as únicas usinas deste tipo no Brasil também ficam na costa, em Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro. Mais detalhes do funcionamento das usinas nucleares podem ser encontrados no site da Eletrobras Eletronuclear (goo.gl/hJIle), que gerencia as usinas Angra 1, 2 e 3.

Gráfico que explica sucintamente o funcionamento de um reator nuclear para a produção de energia elétrica. Crédito: Eletronuclear.

Gráfico que explica sucintamente o funcionamento de um reator nuclear para a produção de energia elétrica. Crédito: Eletronuclear.

O terremoto da última sexta-feira danificou quatro dos seis reatores da usina de Fukushima e as reações tiveram de ser interrompidas. Entretanto, este não é um processo simples e envolve processos tão delicados quanto a própria fissão nuclear. Os reatores 1, 2, 3 e 4 sofreram danos em suas estruturas e são os que causam maiores riscos de vazamento de gases radioativos. Aparentemente, os reatores 5 e 6 não tiveram danos em suas estruturas mas as autoridades acreditam que ainda pode haver risco de que os combustíveis radioativos sejam expostos ao ar. O site do The New York Times apresenta a situação atual de cada um dos reatores, com atualizações diárias.

No dia 14 de março, três dias após o terremoto, os reatores da usina já haviam sofrido com três explosões e o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, chegou a afirmar à imprensa internacional que o níveis de radiação estavam já muito altos, assim como contou o site CNET. Segundo Yukio Edano, chefe de gabinete do primeiro-ministro, após a explosão no reator 4 da usina, os níveis de radiação já atingiram 400 mSV (miliSieverts), 4 vezes mais que os níveis que tecnicamente não ofereceriam riscos à saúde.

Um dos principais perigos que agora as autoridades tentam resolver é o risco de derretimento nos reatores da usina. Quando o urânio (combustível nuclear) atinge temperaturas muito altas, ele deve ser resfriado, porém, isto está se configurando o grande problema em Fukushima. Caso o aquecimento não seja controlado, o urânio pode derreter, aumentando ainda mais o risco de explosão e liberação de gases radioativos na atmosfera. Se isso acontecer, o desastre seria incalculável.

O site do jornal The New York Times possui um infográfico (goo.gl/NTd15) muito interessante sobre os perigos que envolvem os reatores nucleares, como desligá-los e o que acontece em caso de um derretimento. Vale a pena conferir.

Talvez o exemplo mais emblemático de acidente com uma usina nuclear seja o que aconteceu em Chernobyl (pt.wikipedia.org/wiki/Chernobyl), na ex-União Soviética, hoje Ucrânia, em 1986. Os impactos da explosão do reator estão presentes por toda a região até hoje, tanto na população quanto no meio ambiente. Os impactos ambientais são tão grandes que os elementos radioativos liberados na atmosfera se tornaram inclusive marcadores cronológicos em seções geológicas e em estudos oceanográficos no Hemisfério Norte, por exemplo.

Foto aérea da usina Fukushima Daiichi no dia 14 de março. Crédito: PopSci.

Foto aérea da usina Fukushima Daiichi no dia 14 de março. Crédito: PopSci.

O site TG Daily chega inclusive a afirmar que este é o maior acidente nuclear desde o de Chernobyl. De acordo com o site, o Japão ordenou a evacuação de toda a população em um raio de 20 km da usina e mais de 210 mil pessoas deixaram a região desde sábado (12). Entretanto, as autoridades dos EUA aconselham que o raio de evacuação já deva ser de 80 km.

Nesta quinta-feira, o The New York Times contou que os níveis de radiação são tão altos que até mesmo os técnicos que trabalham no resfriamento dos reatores devem ser retirados da usina. Se isto for mesmo necessário, o problema pode ser ainda maior.

Para acompanhar os acontecimentos e novas notícias sobre os procedimentos de controle e segurança nos reatores da Fukushima Daiichi, o melhor site para isso é o da IAEAInternational Atomic Energy Angency – a agência internacional de energia atômica (goo.gl/cYQNa).

Mais notícias em dpavani.geek.com.br.


Tags:

Se você gostou,
seja um GEEK!

participe

Comentários Comment

  1. comentário de Laura

    Karmômetro (?)

    tende a bom

    Melhor site que já vi!
    Tem uma definição óbivia e exata pra pesquisa.’
    Adorei muito mesmo esse site.

    Postado por Laura em 29/03/2011 14:41

  2. comentário de Daniel Pavani

    Karmômetro (?)

    tende a neutro

    Obrigado Laura, continue nos visitando e conferindo as notícias!!

    Postado por Daniel Pavani em 29/03/2011 15:07

  3. comentário de liana

    Karmômetro (?)

    tende a neutro

    adorei otimo conteudo

    Postado por liana em 12/04/2011 10:26

  4. comentário de josé carlos

    Karmômetro (?)

    tende a neutro

    isso está um perigo altiximo para as pessoas de todo o mundo,pois essa radiação se espalha com o vento

    Postado por josé carlos em 12/04/2011 12:28

  5. comentário de vic

    Karmômetro (?)

    tende a bom

    muito bom!

    Postado por vic em 06/05/2011 15:19

  6. comentário de Missao Tanizaki

    Karmômetro (?)

    tende a neutro

    REFLEXÃO: “Verdades & Mentiras”, JÁ, em CRISE ! ! ! ! ! !

    Prezados Cidadãos Brasileiros & Interessados pelo AGUAPÉ,

    A Equipe BR do AGUAPÉ por meio deste ALERTA informa as Autoridades Mundiais que as “MENTIRAS que se tornam VERDADES” precisam ser COMBATIDAS, com ÉTICA, como o Maior INIMIGO da HUMANIDADE.

    Os Interesses pela ENERGIA NUCLEAR pode ser uma DELAS.

    Desde que ocorreu o Tsunami & Crise da Energia Nuclear a Equipe BR do AGUAPÉ tem acompanhado todas as Notícias sobre a situação de Fukushima / JAPÃO e demonstrou interesse em contatar o Governo Japonês para apresentar / oferecer os nossos TRABALHOS do AGUAPÉ, certo que seria uma SAÍDA SUSTENTÁVEL para a CRISE que já estão enfrentando – o que percebemos é a Situação CRÍTICA das Reservas Minerais e Áreas para Produção Agropecúria / Florestais no Continente EUROPEU & ÁSIA que quase os obrigam a utilização da Energia Nuclear e por essa razão recomendamos partir para Produção & Industrialização do AGUAPÉ, utilizando AGUAPÉ TRANSGÊNICO – ÉTICO na Implementação das Fazendas Marinhas, para a sua Produção & Industrialização do AGUAPÉ, em MEGA ESCALA, certo que poderá atender a atual e futura Demanda Energética, como, também, da Demanda de Matéria Prima VERDE para todas as outras necessidades.

    Na QUESTÃO das Mudanças Climáticas que preocupam Muitas Autoridades Mundiais, o PETRÓLEO & Seus MALEFÍCIOS chegam a ser IRRISÓRIOS se for comparado ao que o CARVÃO MINERAL pode causar ao Planeta TERRA & BIODIVERSIDADE, onde inclui–se a própria HUMANIDADE – Essa QUESTÃO vem sendo conduzida / tratada de forma EQUIVOCADA porque as Autoridades Mundiais não tem percebido como as “MENTIRAS que se tornam VERDADES” ou porque muitos são INDIVÍDUOS NÃO–ÉTICOS.

    Tudo que vem sem realizado para Combater as Mudanças Climáticas é INSUFICIENTE para evitar a PIOR de todas as CATÁSTROFES, essa afirmação tem por base no FATO de que as RESERVAS do PETRÓLEO devem se esgotar em 40 a 60 anos e o CARVÃO MINERAL levará entre 150 a 200 anos – facilmente percebemos que a HUMANIDADE ainda NÃO ENXERGOU os Seus MAIORES INIMIGOS & PERIGOS.

    Biotecnologia–ÉTICA de Interesse da HUMANIDADE & AGUAPÉ: a nossa PROPOSTA é a de desenvolver o AGUAPÉ TRANSGÊNICO que poderá / deverá ser utilizadas nas Fazendas Marinhas, para a Produção & Industrialização do AGUAPÉ, em MEGA ESCALA, visando a Substituição TOTAL do PETRÓLEO & CARVÃO MINERAL, bem como a Energia NUCLEAR, certo que, também, conseguiremos efetivar a mais AMPLA DESPOLUIÇÃO das ÁGUAS do Planeta TERRA.

    OBSERVAÇÃO: Faça uma REFLEXÃO e se estiver ao seu alcance apresente–nos suas MANIFESTAÇÕES sobre o Tema / Assunto utilizando o Endereço Eletrônico apresentado abaixo.

    NOTA: “Quando Sonhamos SOZINHOS é só um SONHO, mas quando Sonhamos JUNTOS é o início de uma Nova Realidade” (D. Helder Câmara) – apresente as suas MANIFESTAÇÕES (Críticas, Sugestões, ETC.), utilizando o Endereço Eletrônico: missao.tanizaki@gmail.com, certo que muitos na Sociedade Brasileira, inclusive a Equipe BR do A G U A P É, te agradeçerão.

    LEMBRETE: um dia nos APOSENTAMOS dos Trabalhos que garantem o Pão Nosso de Cada Dia, mas muitos Trabalhos Nobres estão aguardando por nossa AJUDA – Desenvolver os referidos Trabalhos Nobres faz parte dos Nossos DEVERES / OBRIGAÇÕES NOBRES e são BÁSICOS para nos manter FELIZ no Dia a Dia ! ! ! ! ! !

    Um Abraço Fraterno aos Interessados pelo A G U A P É,

    MISSAO TANIZAKI
    Servidor Público Federal
    Bacharel em Química
    missao.tanizaki@gmail.com (Usual)
    missaotanizaki@yahoo.com.br (Alternativo)
    OSCIPE (*) – Equipe BR do A G U A P É
    TUDO POR UM BRASIL & MUNDO MELHOR

    (*) REF.: Definições do SEBRAE

    Postado por Missao Tanizaki em 09/07/2011 15:33

  7. comentário de deck

    Karmômetro (?)

    tende a neutro

    Post.thanks MARAVILHOSO para a parte .. mais esperar .. … Há certamente um monte de detalhes, como que para ter em consideração. Que é um grande ponto para abrir. Eu ofereço os pensamentos acima como inspiração geral, mas claramente há questões como o que você trazer até onde a coisa mais importante será trabalhar de boa fé, honesto. Eu não sabem se as melhores práticas têm surgido em torno de coisas assim, mas tenho certeza de que seu trabalho é claramente identificado como um jogo justo. Meninos e meninas sentem o impacto de apenas um momento de prazer, para o resto de suas vidas.

    Postado por deck em 01/12/2011 14:25

Postar um novo comentário

Não preencha este campo Ele é um mecanismo para evitarmos spams. Se vc. está vendo este texto, seu browser provavelmente não interpreta corretamente CSS. De qualquer forma, apenas deixe este campo em branco e siga livre para comentar.

Ajuda com a formatação


voltar ao início